Logo Memorial Logo Memorial Logo Memorial

Setembro Amarelo: O que você precisa saber sobre a prevenção de suicídio.

Imagem - Setembro Amarelo: O que você precisa saber sobre a prevenção de suicídio.

Atualmente, o suicídio é a segunda principal causa de morte entre jovens e adultos. Por isso, desde 2014 a ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria) organiza nacionalmente a campanha do Setembro Amarelo, que tem  tem como principal objetivo a  conscientização sobre o suicídio, buscando alertar a população a respeito da realidade da prática no Brasil e no mundo. 

O Memorial Parque da Paz mantém um compromisso pela vida e, pensando nisso, resolvemos trazer algumas dicas para que você saiba identificar quando alguém ao seu redor precisar de ajuda e também te auxiliar a entender como lidar com pessoas passando por uma situação de depressão. 

Como identificar alguém que precisa de ajuda?

É possível perceber que alguém está passando por uma situação difícil, como a depressão a partir de alguns sintomas. É sempre importante entender que esses sinais são um alerta e devem ser tratados com toda a seriedade e responsabilidade.  

Sintomas Verbais

Frases como '' quero me matar" , "não aguento mais", "quero morrer'', são claros pedidos de ajuda. São tentativas de exteriorizar um sentimento tão doloroso e buscar apoio. Não ache que é “drama” ou apenas uma tentativa de chamar atenção. 

Sintomas Comportamentais

Se uma pessoa se mantém isolada, é agressiva, não tem interesse em participar de atividades que fazia ou gostava e deixa de cuidar de higiene pessoal, fique atento. Estes podem ser sinais de que ela está precisando de ajuda. 

Mas se identificou algum desses sinais em alguém próximo, como proceder? É importante que você saiba o que dizer e a auxilie a buscar a ajuda profissional adequada. Confira algumas falas que você NÃO deve dizer a quem está passando por essa situação. 

O que NÃO dizer a quem tem depressão

''Isso é falta de Deus":  A depressão é um transtorno que independe das crenças religiosas do indivíduo. O auxílio espiritual pode sim ajudar e muito a quem passa pela doença, mas o tratamento médico adequado é extremamente necessário. 

"Isso é falta do que fazer": A depressão não é uma escolha e pode acontecer com qualquer pessoa, independente de suas ocupações, profissões, e a presença ou não de tempo livre. 

''Você tá só querendo chamar atenção": Comportamentos e pensamentos suicidas são alertas que a pessoa não está bem. São sinais de que o problema precisa ser encarado com seriedade e com o apoio e tratamento profissional adequado. 

"Quem fala não faz": Muitas vezes quando alguém anunciar ou comentar sobre seus pensamentos suicidas é um pedido de ajuda. Isso significa que a pessoa precisa de uma ajuda profissional.

A melhor forma de se evitar um suicídio é através da conscientização, através de diálogos e discussões que abordem o problema com ações de prevenção de combate ao suicídio. Por isso, se você ou alguém que você conhece possui pensamentos suicidas, não fique parado, peça ajuda profissional. O Centro de Valorização da Vida é um centro de apoio emocional e prevenção do suicídio que funciona de forma voluntária e gratuita. Basta ligar para o número 188 e conversar com um voluntário. 

Compartilhe

Leia Também

2020-08-26 12:19:35

Os benefícios que as plantas nos proporcionam

2020-10-22 13:27:31

Jundiaí é eleita como uma das melhores cidades para se envelhecer

Considerando que cada vez mais pessoas têm envelhecido, morar em uma cidade que ofereça uma boa qualidade de vida aos idosos é essencial para se envelhecer bem. E os moradores de Jundiaí podem comemorar! Veja os dados da pesquisa em nosso blog e confira algumas dicas para prolongar a longevidade.